Trabalhando no Fronte das Descobertas e Tecnologias dos Cafés Especiais, a Produtora Ucha Eleva a Forma de Degustar a Bebida [Parte 7 – Série A Origem do Nosso Café]

Publicado em Tags , , , , , ,

Três gerações da família já fazem parte da história da Fazenda Caxambu. Herança da mãe, hoje ela é cuidada pela produtora Ucha e seus irmãos, que resgatam e mantém toda a ancestralidade da família.

Esta história vem fazer parte agora da Série A Origem do Nosso Café, que está na edição 7.

Perdeu as outras partes da Série A Origem do Nosso Café? Acesse aqui.

Localizada no sul de Minas Gerais, na cidade de Três Pontas, a Fazenda Caxambu está a 1.180 metros de altitude, só produz café da variedade arábica.

Quando, há 10 anos, Ucha assumiu a gestão da fazenda com os seus irmãos, decidiram sair da linha de produção de commodities e partir para o lado da diferenciação e produção de cafés especiais (sorte a nossa!!).

Produtora Ucha na mesa de provas de cafés da Fazenda Caxambu
Produtora Ucha na mesa de provas de cafés da Fazenda Caxambu

Com mudanças significativas na Fazenda, decidiram focar em qualidade. Para isso, foi necessário muito trabalho e dedicação, principalmente no treinamento dos colaboradores, para que eles pudessem acompanhar, juntos com os produtores, a importância e a diferença do cuidado na lavoura e no processamento, para se obter cafés especiais.

O resultado disso são cafés incríveis que, na xícara, vai contar todo processo qualitativo daquele café.

Trabalhando no fronte das descobertas e tecnologias, mas com o cuidado das gerações passadas, Ucha e a família mantém o amor e dedicação no campo.

A chave disso tudo é a ponte entre avanços tecnológicos, métodos diferenciados de trabalho com o café, a fermentação, entre outras coisas. Dessa maneira, ficando na vanguarda do processamento do café, mas, ao mesmo tempo, retomando e continuando as tradições passadas, com costumes da época da sua avó. Manter as raízes e garantir que as futuras gerações continuem o belíssimo trabalho que é realizado lá.

Débora e Sérgio na visita à Fazenda Caxambu
Débora e Sérgio na visita à Fazenda Caxambu

Para alcançar tudo isso, Ucha mantém sempre o foco na sustentabilidade. Mais do que isso, trabalha com enriquecimento de solo com matéria orgânica e possui na Fazenda Caxambu um desenvolvimento agroecológico, para que o café responda à altura do terroir que é próprio dele e, com isso, conseguir realçar as características naturais dos grãos que ali são produzidos.

Hoje, a produtora é a atual presidente da BSCA – Brazil Specialty Coffee Association, o que só reafirma ainda mais o compromisso da Ucha com a excelência na produção de cafés especiais.

Venha assistir ao vídeo completo da nossa visita na Fazenda Caxambu para sentir toda paixão e excelência da produção dos cafés especiais por lá:

 

Os diferentes processamentos na Fazenda Caxambu oferece uma gama incrível de cafés que surpreendem na xícara!

Para levar essa explosão de diferenciação para você, selecionamos dois cafés de diferentes processamentos.

O Mestre Apicultor é da variedade Acaiá e passou pelo processamento chamado Honey, que são cafés que passaram pelo processo de “polpa natural”. Em outras palavras, são cafés que foram totalmente lavados e que antes de serem secados naturalmente, se retirou as cascas dos grãos, mantendo a mucilagem. Resultado disso é um café com corpo diferenciado e muito sabor.

Apresenta fragrância e aroma intensos com notas de mel, flor de laranjeira, avelã e um delicado toque de gengibre no aroma.

Com sabor adocicado com notas de mel, morango, melão e limão doce.

Possui acidez cítrica e doce, corpo viscoso e uma finalização longa com notas de mel e flor de laranjeira.

Um café indicado para quem procura exotismo, diferenciação e muito sabor.

>> Experimente o Café Mestre Apicultor <<

Secagem dos cafés especiais em terreiro na Fazenda Caxambu
Secagem dos cafés especiais em terreiro na Fazenda Caxambu

O café Maçã do Amor é da variedade Catuaí Vermelho e passou pelo processamento que chamamos de cereja natural. Neste processamento, foram colhidos apenas grãos em estado de cereja (maduros) e preparados pelo método de processamento via seca, no qual os frutos são secos integralmente, com a casca. O resultado é um café tipicamente com corpo e aroma pronunciados e sabor naturalmente doce, típico quase exclusivamente do Brasil.

Apresenta fragrância e aroma intenso com notas de abacaxi, amora, carambola, amêndoas e que são sustentadas pela presença das notas de chocolate ao leite.

Sabor com notas de chocolate ao leite ameixa fresca, maçã, lima e morango.

Possui acidez cítrica e málica, com corpo denso e finalização longa com notas de chocolate ao leite e morango.

Um café com sabores e aromas muito pronunciados e complexos.

>> Experimente o Café Maçã do Amor <<

Na xícara, é possível perceber todo o resultado qualitativo de muito trabalho, paixão e conhecimento da produtora Ucha.

 >> Assine agora e tenha esses cafés espetaculares na sua casa! <<