Café Especial: Uma Visão de um Produtor em Piatã

Publicado em Tags , , , ,

O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. O café é a segunda commodity mais negociada do mundo, perdendo apenas para o petróleo. Além disso, o café faz parte da história brasileira e tem grande importância para a nossa economia. Entretanto, a realidade de produção não são grandes fazendeiros com estruturas enormes e todas automatizadas, como a maioria das pessoas imaginam. A produção de cafés no Brasil, em sua grande maioria, é composta por pequenos produtores, que trabalham o ano todo, faça sol ou chuva. Ainda, o Brasil tem se destacado cada vez mais nos concursos de qualidade de café, mostrando que além de conseguir produzir em escala, também consegue produzir com qualidade. Entre os destaques da produção de qualidade, está a cidade de Piatã, localizada no estado da Bahia. Entrevistamos um de nossos produtores, para mostrar um pouco mais sobre a realidade de produção de cafés naquela região. 

Quer saber mais sobre os cafés fantásticos que são produzidos ali? Então é só apertar o play no vídeo que segue:

 

A Cidade de Piatã 

Piatã é uma pequena cidade, localizada no estado da Bahia e que se destaca na produção de cafés especiais. Localizada na região da Chapada Diamantina, possui uma altitude elevada com média de 1200m em relação ao nível do mar. Essa altitude proporciona um clima mais ameno durante o período da noite, o que auxilia na produção de cafés especiais, pois isso interfere diretamente na maturação dos frutos.

A região se destaca em qualidade quando o assunto é café e está sempre presente entre os ganhadores e finalistas de concursos renomados mundialmente, como o Cup of Excellence.

Mas o café não foi a primeira grande aposta da cidade. Inicialmente, a exploração de ouro foi o que chamou a atenção de muitos por lá. As montanhas existentes ali eram fontes de ouro para as mineradoras. Naquela época já era complicado os recursos disponíveis para a população. Piatã tinha no ouro a sua principal fonte de renda, o que trazia alguns conflitos também. 

Nos dias atuais, o café é o que chama atenção para a cidade. Diversos cafeicultores estão sendo reconhecidos nacionalmente e mundialmente pela qualidade do café que estão produzindo ali. Através de pequenas propriedades, os cafeicultores de Piatã, com muito trabalho duro e esforço na produção, estão conseguindo produzir verdadeira joias. Mas o cultivo não é fácil, falta estrutura e, muitas vezes, conhecimento. 

Com vontade de fazer diferente, os cafeicultores da cidade realizam um trabalho diferenciado na hora da colheita do fruto. Eles se esforçam muito para fazerem a etapa de pós-colheita da melhor maneira possível. Muitos cafeicultores da cidade dizem que a região é abençoada para a produção de cafés e que eles possuem o privilégio de retirar um fruto com excelente condições fisiológicas da planta, precisando tomar cuidado no pós-colheita para não estragar o que a natureza proporcionou para eles.

Realidade da Produção de Café Especial 

Pequenos proprietários se esforçam para se manterem na atividade de produção de cafés especiais. Por exemplo, na maioria da vezes a colheita é realizada de forma manual e seletiva. Isso traz um elevado custo para a produção, mas também traz uma diferenciação na qualidade da bebida. Para conseguir continuar realizando esse trabalho, é preciso encontrar formas de comercializar o café em um valor mais adequado a realidade de produção. 

O clima diferenciado, com noites mais frescas, fazem com que o fruto que cresce na região de Piatã tenha uma bebida diferenciada. Aliando isso, com a colheita realizada no tempo certo, faz com que os cafés produzidos ali sejam incríveis na xícara. Não é atoa que a região conquista prêmios de qualidade do café em grandes concursos da área. 

Mas toda essa qualidade, vem com um esforço muito grande por parte das pessoas que produzem café naquela região. Segundo Glayco, que é produtor e já tem café dele disponível no menu coffee&joy 2019/2020, é preciso investir e incentivar os colaboradores que auxiliam durante a colheita, só assim eles irão voltar no ano seguinte. Mais do que isso, Glayco faz questão de dividir parte do que lucra com a produção com os seus colaboradores. 

Geralmente, os concursos de qualidade tem trazido boa remuneração para os produtores da região. Mas, manter esses cafés no Brasil não é fácil. Segundo Glayco, o preço que eles conseguem exportando a saca de café é bem maior do que mercado interno consegue absorver. Ainda, levando a realidade da produção para os brasileiros verem e, mostrando na xícara a qualidade do café produzido, nós da coffee&joy, temos conseguido trazer verdadeira jóias para o mercado interno brasileiro.

O Suporte do Mercado

É importante que o brasileiro conheça a realidade de quem está buscando produzir cafés de excelente qualidade. O preço mais elevado, em comparação com os café tradicionais, são justificados devido aos diversos processos que são feitos para garantir um café excelente na mesa do consumidor. Por isso, fazemos questão de mostrar através de vídeos todos os produtores que estão por trás de cada café que oferecemos.

Segundo Glayco o turismo até as propriedades rurais ajudam a mostrar tudo que é feito para se produzir um café especial. A coffee&joy vem promovendo esse tipo de evento há mais de 3 anos, mostrando a realidade da produção de cafés para todos que participam do passeio. Veja como foi o de 2019 aqui. Fazemos questão de mostrar desde a etapa de plantio, passando pela colheita, pós-colheita, classificação, benefício e rebenefício e, por fim, a torra do café.

O Brasil tem produzido excelentes cafés, através de produtores que depositam muita ciência, energia, amor e empenho para garantir que o melhor seja feito. Muitas vezes, esse trabalho todo não é apreciado por nós, brasileiros. Entretanto, isso tem mudado e estamos cada vez mais conseguindo entregar cafés incríveis na casa de todos que desejam apreciar um café espetacular.

Café feito por pessoas de verdade, que passaram pelos processos certos e que nos possibilita esse sentimento de comunidade que tanto prezamos. Conhecendo os produtores e fazendo parte de todo o processo até o café chegar na sua casa.⁣

O café especial abre portas tanto para quem produz quanto para quem bebe. Produtores que escolhem cultivar café especial não só contribuem para a difundir o verdadeiro café, mas reconfiguram seus métodos de produção para relações mais humanas e sustentáveis.

E quem escolhe cafés assim para ter em casa, faz parte dessa cadeia de relações mais sinceras e transparentes, garantindo a confiança e comprometimento com origem e qualidade.