Receita de Cappuccino Funcional e os Benefícios Dele para a Saúde

Publicado em Tags , , Deixe um comentário em Receita de Cappuccino Funcional e os Benefícios Dele para a Saúde

O Cappuccino Funcional é uma ótima opção para ser consumido na hora do lanche, como pré-treino ou até mesmo no café da manhã. Isso porque os seus ingredientes foram escolhidos propositalmente para não causarem desconforto digestivo, dando energia e disposição ao longo do dia.

Mais do que isso, tudo que é utilizado na receita foi selecionado pela nutricionista funcional Maria Fernanda para juntar a facilidade de preparo com os benefícios da disposição física e mental. E, o melhor, é uma receita saudável combinada com o prazer de tomar um incrível e gostoso Cappuccino.

 

Os ingredientes dessa receita são:

– Café especial: termogênico, antioxidante e estimulante

– Leite de coco em pó: rico em vitaminas e fonte de energia.

– Canela e cacau em pó: termogênico

O café especial, já se conhece seus inúmeros benefícios e, aqui nesta receita, ele funciona principalmente como estimulante físico, mantendo o organismo bem disposto. Além disso, o café especial possui uma doçura característica do fruto de boa qualidade, garantindo mais sabor para o drink.

O leite de coco em pó é fonte de gordura boa e garante energia. Também é um alimento rico em vitaminas e minerais, nutrientes essenciais para o funcionamento do corpo humano que, além de regular enzimas e hormônios,  também participam da manutenção do ritmo cardíaco, da contração muscular e do funcionamento cerebral. 

Por fim, o cacau em pó e a canela possuem função termogênica, o que resulta em uma aceleração do metabolismo e aumento da queima de gordura, além de dar um gostinho especial ao Cappuccino Funcional.

Vale ressaltar que para ter os resultados da receita, deve-se optar por selecionar ingredientes de boa qualidade, puros, frescos e, preferencialmente, de origem especificada.

Então, agora a receita:

Cappuccino Funcional 

Tempo de preparo: 5min 

Dificuldade: Fácil

Rendimento: 1 porção

Ingredientes

– 1 xícara de 200 a 150ml de Café Especial Coffee & Joy

-1 1/2 colher de sopa  de leite de coco em pó 

– Opcional: se estiver incluído na dieta, adicione o Whey Protein indicado

– 1 pitada de canela em pó

– Cacau em pó a gosto

Modo de Preparo

Prepare o café especial como de costume. Se optar por preparar o café coado no filtro, a dica é usar a proporção de 10g (1 colher de sopa bem cheia) de café para 100ml de água. Veja aqui dicas de como preparar seu café.

Em uma xícara, adicione, primeiramente, o leite de coco em pó (e  o Whey Protein caso faça parte da dieta). Em seguida, coloque o cacau e a canela de acordo com o seu gosto. Então, adicione o café pronto.

Misture tudo com uma colher ou mixer, se tiver, e seu Cappuccino Funcional já estará pronto! 

Dica: Para obter um resultado mais cremoso utilize um mixer ou bata tudo no liquidificador

Enjoy!

Artigo escrito em Colaboração com Nutricionista:

coffeeandjoy - nutricionista mafe

Maria Fernanda Siqueira é Nutricionista Clínica Funcional e Esportiva (Registro CRN 7159)

“ Insanidade é fazer sempre o mesmo e esperar resultados diferentes” Albert Einstein

mariafernandanutricao@gmail.com | Intagram: @mafenutri | Canal Youtube: Mafenutri

Receita de Cookie Low Carb de Café, Pasta de Amendoim e Chocolate 70% Cacau

Publicado em Tags , , Deixe um comentário em Receita de Cookie Low Carb de Café, Pasta de Amendoim e Chocolate 70% Cacau

Para quem busca melhorar a alimentação e comer doces sem peso na consciência, essa receita da nutricionista é perfeita. O Cookie Low Carb é uma ótima opção para ser devorada como sobremesa ou matar aquela vontade de comer um docinho na hora do café.

A receita do Cookie de Café foi desenvolvida por uma nutricionista funcional, utilizando ingredientes saudáveis e ainda tem pedaços de chocolate derretidos no meio e um gostinho delicioso do café.

O vídeo completo da receita do Receita de Cookie Low Carb de Café, Pasta de Amendoim e Chocolate 70% Cacau está aqui embaixo. Mas pode continuar lendo para ver o passo a passo.

 

A Nutricionista Funcional Maria Fernanda desenvolveu uma receitinha para quem ama doce, mas não quer deixar de focar na saúde. Um cookie caseiro, com um preparo bem simples e ingredientes fáceis de encontrar por aí.

A Nutricionista lembra que o primeiro passo para ter uma alimentação mais saudável e equilibrada, está em sempre optar por produtos de boa qualidade e origem. Quando se trata de alimentos que são consumidos em uma frequência maior, o cuidado pela escolha dos ingredientes deve ser ainda maior.

Por isso, optar por produtos naturais, frescos e sem aditivos é fundamental para atingir os objetivos de uma vida mais saudável e alimentação balanceada.

Nesta receita, a escolha do chocolate 70% cacau é justamente pela qualidade e sabor. Prefira barras sem muito ingredientes e com maior teor do cacau. Lembrando que ele possui alto teor de antioxidantes, reduz o colesterol, protege contra doenças do coração e ainda previne o envelhecimento da pele.

Aqui ele é quem vai conferir o doce aos Cookies. Mas para quem é mais formiguinha e tem muita vontade de comer alimentos muito doces, só adicionar açúcar demerara à receita.

café especial, por sua vez, contém vastos estudos comprovando seu benefício na saúde, como ajuda no emagrecimento, controle de diabetes e na prevenção de doenças cardiovasculares.

Já a pasta de amendoim é fonte de gorduras benéficas que vai manter a energia da refeição por mais tempo, dando saciedade por mais tempo.

Vamos à receita?

Receita de Cookie Low Carb de Café, Pasta de Amendoim e Chocolate 70% Cacau

Rendimento: 6 unidades

Tempo de Preparo: 30 minutos

Ingredientes:

– 1 xícara de pasta de amendoim

– 1 ovo (pode ser substituído por até 1 xícara de farelo de aveia, farinha de linhaça ou quinoa em pó)

– 100g (meia barra) de chocolate de 70% cacau quebrada em pedaços

– 1 colher de sopa de café especial ou 50ml (meia xícara) do café pronto. Aqui usamos o café Dama da Noite.

– 1 colher de chá essência de baunilha

– 1 colher de chá de fermento

– Opcional: 1/2 xícara de açúcar demerara ou açúcar de coco (para quem gostar de cookie mais doce)

Como preparar:

Aqueça o forno a 180 graus.

Em uma tigela, adicione todos os ingredientes e misture até ficar homogêneo.  Adicione até 3 colheres de sopa de água, apenas se houver necessidade, para que a consistência fique de uma massa bem homogênea, que começa a desgrudar da superfície da tigela.

Quando estiver tudo incorporado, unte as mãos com um pouquinho de óleo e mão na massa!

Modele os cookies e certifique que colocou pedacinhos do chocolate em todas as unidades. Aqui, o chocolate é quem vai dar o toque de doçura no cookie, então atenção neste passo.

Coloque para assar em forno pré aquecido a 180 graus, por aproximadamente 20 minutos. A hora certa de tirar é quando estiver com pequenos rachados na superfície, mas ainda um pouco moles.

Retire do forno e aguarde 10 minutos para servir.

Combina muito com o cappuccino funcional ou café puro!

Enjoy!

Conheça a idealizadora da receita:

coffeeandjoy - nutricionista mafe

Maria Fernanda Siqueira é Nutricionista Clínica Funcional e Esportiva (Registro CRN 7159)

“ Insanidade é fazer sempre o mesmo e esperar resultados diferentes” Albert Einstein

mariafernandanutricao@gmail.com | Intagram: @mafenutri | Canal Youtube: Mafenutri

 

>> Quer ter Cafés Incríveis, onde você estiver? Experimente agora! <<

Shake de Café – Receita Para o Pré-treino Prática, Rápida e Nutritiva

Publicado em Tags , , , Deixe um comentário em Shake de Café – Receita Para o Pré-treino Prática, Rápida e Nutritiva

Fazer uma refeição completa, gostosa e cheia de nutrientes pode parecer desafiador e pouco prático. Hoje, com a correria que a maioria das pessoas passa o dia a dia, receitas que trazem praticidade junto com eficiência fazem toda a diferença para quem quer levar uma vida mais saudável.

A nutricionista funcional Maria Fernanda, elaborou uma receita de shake de café refrescante e completa para o pré-treino mas que também pode substituir o café da manhã ou da tarde. Ideal para quem quer nutrientes, sabor e também matar aquele vontade de um doce ou sorvete. O vídeo completo está aqui, ou continue lendo para ler a receita completa.

 

Vantagens do Shake de Café

O shake de café é a refeição campeã da nutricionista Maria Fernanda, tanto de aceitação como dos resultados no treino.

O sabor é parecido com um Milk Shake de Cappuccino. O ideal é que seja consumido de 40-50 minutos antes do treino.

Como é uma refeição bem completa, também pode ser apreciada em outros horários do dia também, conforme a indicação do seu profissional nutricionista.

O melhor desta receita é que o shake de café é cheio de nutrientes e ótimo para matar aquela vontade de comer doce e até sorvete!

Os ingredientes que foram selecionados pela nutricionista funcional Maria Fernanda visam levar mais benefícios para quem procura uma excelente opção de refeição antes do treino e também para uma completa e deliciosa refeição.

café especial, sempre de qualidade, origem e torra fresca, possui cafeína, com benefícios comprovados para aumentar a energia na atividade física e auxiliar no emagrecimento, além de ser um estimulante natural do sistema nervoso.

A proteína de alta qualidade auxilia no ganho de massa magra, dá mais energia e é fonte de vitaminas e minerais.

A pasta de amendoim é fonte de gorduras benéficas que vai manter a energia da refeição por mais tempo, evitando picos de glicemia durante o treino.

Lembrando que o café, assim como os demais ingredientes, devem ser sempre de qualidade.

Rendimento: 1 shake

Tempo de preparo: 5 min

Ingredientes:

– 150ml de café especial Coffee & Joy congelado

– 25g de Proteína (Para esta receita, utilizamos o 3 Whey Protein Probiótica, sabor baunilha, da República Imports) OU de farelo de aveia OU leite de coco em pó (substituições para quem não utiliza suplementação)

– 1 Colher de Sopa de pasta de Amendoim (Para esta receita, utilizamos a Pasta de Amendoim integral da República Imports)

– 200ml de leite vegetal

– 50ml de Água

– Nibs de Cacau

Preparo:

Faça cubos de gelo com o café especial, colocando o café pronto em forminhas e, depois, direto para o congelador por 3 horas ou até que o café congele por inteiro. Nesta receita, utilizamos o café Dama da Noite, coado no filtro de papel.

Em um liquidificador, adicione, primeiramente, o leite vegetal. Em seguida, adicione o pó (whey ou, para quem não toma suplementação, o farelo de aveia OU leite de coco em pó), a pasta de amendoim e metade do gelo de café.

Bata no liquidificador por 30 segundos ou até que fique homogêneo.

Adicione o restante do gelo de café, a água (apenas se precisar para não ficar muito consistente) e o nibs de cacau.

Dica importante: o nibs de cacau dará a sensação de comer os pedacinhos de chocolate no shake, por isso é importante adicionar ele no final e não triturar muito.

Sirva em um copo longo, com canudinho sustentável ou beba direto no copo mesmo!

Enjoy!

Sobre a nutricionista:

coffeeandjoy - nutricionista mafe

Maria Fernanda Siqueira é Nutricionista Clínica Funcional e Esportiva (Registro CRN 7159)

“ Insanidade é fazer sempre o mesmo e esperar resultados diferentes” Albert Einstein

mariafernandanutricao@gmail.com | Intagram: @mafenutri | Canal Youtube: Mafenutri

 

>> Quer ter Cafés Incríveis, onde você estiver? Experimente agora! <<

O Mimo dos Assinantes de Setembro de 2019 – Como Fazer a sua Muda de Café e os Cuidados com a Planta

Publicado em Tags , , Deixe um comentário em O Mimo dos Assinantes de Setembro de 2019 – Como Fazer a sua Muda de Café e os Cuidados com a Planta

Setembro é o mês da primavera, do florescer. Uma excelente época para dar vida a novas plantinhas. Por este motivo, em Setembro de 2019, todos os assinantes Coffee & Joy recebem um kit exclusivo para semear uma mudinha de café em casa.

O Kit acompanha um vasinho, terra com adubo vegetal e 2 sementes de café da variedade Catuaí Vermelho, produzidas pelo produtor Francisco, na Fazenda Recanto. Acompanha também o passo a passo para germinar a sua semente.

Fazendo tudo direitinho, a semente germina em 60 dias e terá sua própria mudinha de café em casa! A segunda parte do kit irá nas caixinhas enviadas em outubro, quando as sementes já estarão quase prontas para brotarem e receberão uma dose de amor para germinarem, um carinho extra para “aquecer” o coraçãozinho da semente.

 

>> Ainda não é assinante Coffee & Joy? Conheça agora como funciona e garanta mimos exclusivos todo mês. <<

Aqui embaixo falamos mais sobre a produção das sementes de café e os cuidados com a planta, para garantir que tenha um desenvolvimento saudável e dê frutos por vários e vários anos.

Obtenção da Semente

O próprio fruto do café gera a sua semente. São os mesmos grãos que torramos para depois moer e preparar que dão origem as sementes usadas em viveiros de café.

Para obter uma semente que irá germinar, é necessário escolher plantas adultas de café e que estejam saudáveis. Em seguida, escolher e colher apenas grãos que estiverem no ponto certo de maturação e que possuam semente maiores, chamadas de óvulo maduro formado pelo tegumento, embrião e endosperma.

O fruto é processado normalmente com maquinário próprio, de descascamento, onde irá remover o exocarpo (casca) e o mesocarpo (mucilagem) – uma pequena camada gelatinosa que possui dentro da casca. Mantém-se o endocarpo (pergaminho), uma fina camada que protege a semente e será essencial para que o embrião dela germine.

Após o descascamento, a semente deverá secar a sombra por um período de 24 horas em uma umidade de armazenamento de 35%.

Uma curiosidade é que o ponto certo para utilizar essa semente seria de até 4 meses depois da sua obtenção. Todavia, hoje já existe tecnologia para manter o embrião vivo por mais tempo, mantendo a semente em câmara fria à 10ºC, para utilizá-la até o prazo de 6 meses após sua colheita.

Isso faz com que seja possível iniciar um viveiro no mês de fevereiro, para que as mudas estejam prontas já para serem plantadas em outubro, onde se inicia o chamado período de águas e começa a primavera. Com dias mais longos, a muda terá uma maior taxa fotossintética e estará mais apta a poder crescer tanto a sua parte aérea e, mais importante, a sua raiz, garantindo uma futura planta forte e saudável.

Terra ideal para o café

No substrato para receber a semente do café, o principal ingrediente é a chamada terra de barranco, que não possui semente de ervas daninhas que pode vir a prejudicar a germinação da muda no viveiro.

Com a terra em mãos, faz-se a análise do solo para verificar como ele está em termos de nutrição, inclusive para medir o teor de alumínio AL3+ que é prejudicial à germinação da semente. Se estiver alto, o alumínio é combatido com calcário, que o neutraliza a ponto de deixar de ser tóxico para a muda.

Após a análise da terra de barranco e correção necessária, a “receita de bolo” para que a semente encontre um ambiente propício para a sua germinação é somar à terra: esterco de curral, calcário e fósforo. Este último é o mais importante, já que é responsável pelo ATP, adenosina, fonte de energia ligada a cadeia de fósforo que será disponibilizada para a muda.

Germinação da semente

Na terra devidamente nutrida, aplica-se a semente com 0,5cm de profundidade. Nesta fase de germinação, a semente precisará de bastante água e calor para que ela sai do período de dormência. Por isso, é importante que a terra fique bem úmida e em local com sol e calor, até que ela brote.

Hidratar a terra frequentemente e não deixar que seque nessa fase, é essencial para a germinação da semente. A retomada do crescimento embrionário, para retirar ela do estado de dormência embrionário, tornando-o uma plântula, ocorrerá com a quantidade de água que ela irá absorver neste estágio e dos demais fatores metabólicos, que além da absorção de água se passa também pela respiração e digestão das reservas.

Daí, é só aguardar a germinação, que pode acontecer até 60 dias, dependendo dos cuidados com a semente.

As fases de germinação são:

  • esporão, quando o embrião germina 
  • palito de fósforo 
  • orelha de onça: os 2 cotilédones se rompem 
  • surgimento do primeiro par de folhas
  • surgimento do segundo par de folhas e assim sucessivamente

Crescimento e troca de vaso

Quando a muda estiver com 2 pares de folha, já estará na hora de ser transplantada. Essa fase acontecerá por volta de 6 meses da data do plantio da semente.

Ela deverá ser plantada direto na terra ou em um vaso grande de no mínimo 80 cm de altura. O substrato nesta fase deverá ser composto de terra vermelha, esterco, fósforo e potássio, com adição ainda de 10g de adubo nitrogenado.

Deve-se ter cuidado ao realizar o transplantio da muda, removendo ela com cuidado do vaso, para não perder a terra no envoltório da raiz. 

ATENÇÃO: a ponta da raiz principal deve ser cortada, evitando que o pinhão fique torto e que a planta morra. Após retirar a muda do vaso, procure pela raiz principal e corte com uma tesoura ou faca a ponta toda dela. 

Neste período, a rega deverá ser feita de 2 em 2 dias ou quando a terra estiver seca, adicionando 2 copos de água.

De 3 em 3 meses, adicione 1 colher a 20 cm de distância do caule, de adubo 20-05-20 ou 10-10-10, facilmente encontrado em floriculturas.

Com esses cuidados, é possível criar o próprio pé de café em casa, que dará frutos por muitos e muitos anos!

Este artigo foi elaborado em colaboração com o engenheiro agrônomo e membro da equipe Coffee & Joy, João Henrique Gonçalves.

Clever – O Método Inteligente de Preparar Café

Publicado em Tags , , Deixe um comentário em Clever – O Método Inteligente de Preparar Café

Pode parecer difícil para iniciantes preparar um bom café. No entanto, quem sabe ferver água e cronometrar, pode fazer uma delicada e saborosa xícara de café com a Clever Dripper.

A Clever é uma solução para quem procura fazer um café surpreendente de maneira fácil. Como o próprio nome já diz, é um método inteligente (em inglês, clever) de fazer seu shot diário de energia. Ideal também para quem deseja recriar em casa ou no trabalho, um café especial com sabores e características surpreendentes. Por ser simples e prática, é fácil preparar uma xícara que possui alto equilíbrio sensorial entre todos atributos do café.

Logo abaixo preparamos um vídeo com o passo a passo do preparo. Mas, se preferir, continue lendo para ver como é simples ter uma perfeita xícara de café, em um método muito simples.

 

Sobre a Clever

A Clever Dripper é um dos métodos de preparação de café mais fáceis que você vai encontrar. Ele oferece tanto os benefícios de um café coado como dos preparados na prensa francesa.

Possui um formato cônico parecido com os coadores normais que são encontrados em qualquer lugar. Durante o preparo, a Clever retém a água e o café em pó na câmara de infusão (no estilo de uma prensa francesa) até que a válvula de drenagem seja ativada. Isso permite que você tenha imersão total e ainda utilize um filtro para capturar qualquer resquício de pó de café.

O conceito de design da Clever é semelhante ao de cupping (prova profissional de café), já que possui um controle de todas as variáveis no processo de infusão, destacando, assim as características reais do café. 

É ideal para quem gosta de cafés encorpados que mantêm um alto nível de clareza de sabor. É possível encontrar a Clever em 2 tamanhos, o pequeno que serve até 300ml ou o grande, que serve até 500 ml. Além disso, a Clever utiliza filtro de papel comum, com a base reta, que é muito fácil de encontrar.

Abaixo, estão algumas dicas para para começar a fazer cafés surpreendentes com a Clever. É importante mencionar que sempre incentivamos a experimentação à medida que você desenvolve suas preferências pessoais. Então, siga essas sugestões e não tenha medo de arriscar e desenvolver suas próprias receitas.

Como Preparar Café na Clever

Escolha o filtro do tamanho ideal para a Clever (pequena ou grande). Dobre o filtro na linha da costura, para que ele encaixe perfeitamente na Clever. Encaixado o filtro, ferva a água e assim que ela começar a ferver, retire-a do fogo.

Dica: Dê preferência sempre para água filtrada ou mineral e que não tenha gosto excessivo de cloro. É importante verificar a qualidade da água já que 90% do preparo é composto por ela. Ferva a água e retire do fogo assim que começar a soltar bolhas grandes. Ferver ela por muito tempo deixa os sais minerais existentes na água mais concentrados e impactará no gosto do café final.

Posicione o filtro na Clever e escalde com a água fervida. Encaixe a Clever na xícara ou jarra, para descartar esta água.

Um bom ponto de partida para a Clever é utilizar café na moagem média, a mesma utilizada para coador normal com filtro de papel.

Use a proporção de 10 gramas de café especial (que é 1 colher de sopa bem cheia) para cada 100ml de água que for utilizar (1 copo americano até um dedo abaixo da linha). Ou seja, se você deseja preparar 400ml de café, utilize 40 gramas de pó de café.

>> Escolha sempre cafés de qualidade e de origem! <<

Dica: vale ir testando as suas próprias receitas e ajustar as proporções com seu gosto pessoal, para depois replicar aquela que mais lhe agrada. O importante é que o resultado final agrade o paladar de quem for tomar! 

Adicione toda a água de uma só vez, apenas certificando que hidratou todo o pó de café. Coloque a tampa da Clever e aguarde 2 minutos, mexendo com uma colher quando der 1 minuto, para misturar o café.

Levante cuidadosamente a Clever e coloque-a sobre a jarra ou xícara, ativando a válvula para extrair o café.

Enjoy!

Para quem acha que fazer café é difícil, com esta dica não vai ter mais desculpas para preparar um café perfeito, de forma fácil e prática e com resultado surpreendente.

Testou essa receita, conta aqui nos comentários o que achou!

>> Quer ter a sua própria Clever? Adquira aqui! <<

 

3ª Edição do Turismo Vivencial por Todos os Processos do Café – A Complexa Cadeia da Lavoura até Chegar na Xícara

Publicado em Tags , , Deixe um comentário em 3ª Edição do Turismo Vivencial por Todos os Processos do Café – A Complexa Cadeia da Lavoura até Chegar na Xícara

O café é a segunda bebida mais consumida no mundo e o Brasil é o segundo maior mercado consumidor de café do mundo! Por isso, é importantíssimo conhecer todos os passos que o café passa antes de chegar na mesa. Afinal, café é um alimento que consumimos diariamente. Aqui no Coffee & Joy levamos isso bastante a sério e todo ano sorteamos assinantes C&J para participar de uma experiência única de poder vivenciar e aprender sobre toda a cadeia do café.

De maneira resumida, durante este turismo vivencial  vamos juntos até uma fazenda produtora, passamos pela lavoura de café para aprender mais sobre o plantio e o manejo, logo em seguida aprendemos sobre os tratos no pós colheita do café (lavador e terreiro) e sobre o benefício realizado para retirar a casca do café. Em seguida, conhecemos como é realizada a torra do café e, por fim, vamos a um armazém de cafés para entender mais sobre classificação, análise sensorial (cupping) e armazenagem do café.

Tudo isso para conseguir mostrar a complexa e brilhante cadeia do café e todo processo que ele leva até chegar na sua xícara.

“Foi um passeio produtivo e interessante que prendeu a atenção de todos, sejam trabalhadores de café ou só apreciadores como eu… até as crianças curtiram e se divertiram muito em todos os passos da produção… foi agregador e animado!! Faria de novo sempre que tivesse a sorte de ser sorteada!!! Sem dúvida!!!”

– Lília Portela, Rio de Janeiro, RJ, médica, amante de café e assinante Coffee & Joy

Este foi apenas um dos relatos do que a visita à Fazenda Recanto proporcionou às pessoas que participaram dessa incrível jornada. Veja no vídeo abaixo o porquê deste relato e como que tomar um café deixou de ser apenas degustar uma bebida após essa vivência:

 

O passeio foi realizado no dia foi 03 de agosto de 2019, em Três Pontas, bem no sul de Minas Gerais. Os sortudos que foram sorteados ficaram hospedados no Hotel Fazenda Pedra Negra, que é também uma fazenda ativa de cafés. E foi lá onde começou nossa troca de experiência.

Era uma manhã ensolarada e fria, tomamos um reforçado café da manhã e já partimos em direção a Carmo da Cachoeira, para a Fazenda Recanto.

Na Fazenda

Chegando na Fazenda Recanto, todos no meio da lavoura, onde o produtor Francisco e nossa equipe falou desde o manejo de uma lavoura ao longo do ano, principalmente dos cuidados preparatórios para época de colheita, até sobre a escolha da planta do café e a região de plantio.

Depois de ver a demonstração da colheita do café, todo mundo teve a oportunidade de “panhar” os grãos, direto do pé, colocando a mão na massa para entenderem, na prática, os desafios da colheita do café. No mesmo pé de café, era possível ver os grãos em diferentes pontos de maturação (verdes, maduros e passa), o que gera um desafio aos produtores tanto na hora da colheita quanto na hora da secagem, já que para ter cafés de qualidade, o grau de maturação correto é um ponto importantíssimo.

Da lavoura, para o lavador para conhecer o processo de lavagem, onde vimos os cafés que chegam da lavoura passando pela separação no lavador e posteriormente, indo para o terreiro para seguir com a etapa de secagem.

Com a ajuda de uma moto ou até mesmo na mão utilizando uma ferramenta parecida com uma enxada, os trabalhadores rodam os cafés em torno de 30 vezes ao dia, para garantir uma seca uniforme aos grãos.

>> Tem dúvidas sobre o processo completo do café? Neste post tem uma explicação completa do processo do café do pé até a xícara! <<

Na parte de maquinação dentro da fazenda, vimos o funcionamento do secador, descascador, beneficiamento e a chegada do grão cru às sacaria.

Na Fazenda Recanto, os assinantes do Coffee & Joy tiveram a oportunidade de conhecer e aprender mais sobre o plantio e colheita de café, separação, secagem, beneficiamento e ensacamento dos cafés crus – praticamente tudo o que acontece em uma fazenda de café.

Encerrada a visita na Fazenda Recanto partimos para a fazenda Triunfo. Uma propriedade centenária, herdada pelo Sr. Adolfo Reis, pai do produtor Francisco, onde a nossa equipe ofereceu aos visitantes um acolhedor almoço e boa prosa!

Na Torrefação

Dando sabor aos grãos! Partimos para a etapa da torra do café.

Em uma torra comentada pelo barista e mestre de torra Jefferson Faria, os visitantes puderam entender melhor como a torra bem feita irá influenciar na qualidade da bebida, bem como conseguimos ver todas as etapas na qual os grãos passam enquanto estão sendo torrado, o processo de caramelização e liberação de óleos que definirão os sabores e aromas do café.

Fizemos uma degustação do café, para que pudéssemos sentir, juntos, sensações que grãos de qualidade nos proporciona.

No Armazém

Chegamos no Armazéns Gerais Padre Vítor. Sérgio Miranda, um dos fundadores do Coffee & Joy, deu uma aula de classificação de café para os nossos visitantes.

Mostramos como são armazenados os cafés, como a escolha e separação de grãos de qualidade irá influenciar na bebida e os principais defeitos que são encontrados nos diferentes tipos de café.

Após a explicação, fizemos uma mesa de prova, onde colocamos amostras de cafés para evidenciar as diferenças sensoriais de cada um e ter uma verdadeira experiência de prova de café.

Os visitantes puderam vivenciar como é feita a classificação dos cafés e a análise sensorial, que é o processo que vai certificar ou não que todo o trabalho no campo resultou em uma boa bebida.

E, por fim, a despedida

A nossa visita se encerrou no tradicional Hotel Fazenda Pedra Negra, onde tudo começou, com um jantar e confraternização com todo mundo.

Na sua casa

O Turismo Vivencial à Cadeia do Café é uma completa visita aos processos pelo qual o grão passa até chegar na sua xícara. Uma oportunidade para entender como funciona a cadeia do café e todo cuidado que os integrantes dessa cadeia precisam ter,  para entregar para você uma bebida fina e da mais alta qualidade, lhe aproximando da origem e dos responsáveis por esta pérola que chamamos de café.

Todas as fotos deste post são do assinante e fotógrafo: Sidney Araujo

>> Quer aprofundar mais e conhecer melhor o processo completo da cadeia do café? Neste post você encontra uma explicação completa do processo do café do pé até a xícara! Leia mais. <<

Como Fazer Cappuccino de Cafeteria nas Máquinas de Espresso Caseiras

Publicado em Tags , , , , Deixe um comentário em Como Fazer Cappuccino de Cafeteria nas Máquinas de Espresso Caseiras

Conhece a sensação de tomar um Cappuccino Italiano em cafeteria, com leite aveludado e cremoso? Aquele Cappuccino tradicional mesmo, da receita original italiana, com uma espuma de leite que cobre o café. Uma bebida com a harmonização equilibrada de um delicioso café espresso extraído perfeitamente, coberto por um leite de textura aveludada e cremosa.

Deu água na boca? Gravamos um vídeo com dicas para você replicar essa receita na sua casa e ter um cappuccino perfeito utilizando a sua máquina de espresso em casa! Ah, e não importa o modelo da sua máquina, os funcionamentos são parecidos, então pode aproveitar essas dicas, independente de como for a sua.

 

 

Algumas Curiosidades sobre o Cappuccino

O Cappuccino surgiu na Itália e possui dois ingredientes originalmente: uma dose de expresso e leite.

Ele possui essa denominação por conta do hábito dos monges católicos  capuchinhos da Itália que usavam roupas que lembram a cor da bebida.

A textura e temperatura do leite são de fundamental importância na sua preparação.

O leite deve ter uma espuma com textura aveludada, brilhante e cremosa. Além disso, o espresso deve ser extraído perfeitamente.

Um cappuccino clássico consiste em 1/3 de café espresso, 1/3 de leite vaporizado e 1/3 de espuma de leite vaporizado. Mas há variações populares como o uso de chocolate em pó e até chantilly.

O cappuccino tradicional é encontrado nas melhores cafeterias e feita usando máquinas profissionais de espresso. Mas tem como replicar essa receita tradicional da melhor forma possível em casa, usando as máquinas caseiras de espresso.

O Espresso

Moer o café na hora sempre é o mais indicado, mas não é um impeditivo para ter um espresso muito bom em casa.

A granulometria indicada é a média fina. Isso porque se ela estiver muito fina,  vai dificultar a passagem da água e terá um espresso desequilibrado, já que a pressão das máquinas caseiras não são altas como as das profissionais. Já a moagem mais grossa irá fazer com que o café na xícara fique sub extraído, pois a superfície de contato com a água é maior e o tempo de passagem da água menor.

Se não tiver moedor, sem problemas. Prefira por adquirir cafés moídos com moagem média fina, para espresso.

Ter grãos de qualidade é essencial. Ou seja, se optar por utilizar um café de qualidade inferior, a bebida irá refletir a qualidade do café utilizado. Por isso, utilizar sempre cafés especiais e com torra recente.

Além disso, utilize apenas água mineral ou filtrada, para garantir a qualidade da bebida e a conservação da máquina.

Mantenha a máquina sempre limpa e não utilize detergentes ou materiais de limpeza abrasivos. Limpe-a com pano e escovinha (pode substituir por um pincel ou até uma escova de dente), imediatamente depois de utilizar.

Deixar escorrer água sem o porta filtros depois de utilizar a máquina, também é essencial para sempre garantir um bom café extraído nela.

Importante: leia o manual de instruções e as recomendações do fabricante da máquina.

Caso não tenha uma máquina de espresso em casa e queira preparar um cappuccino, veja este post aqui com dicas para replicar a receita com utensílios domésticos.

Ligue a máquina alguns minutos antes de começar a preparar para esquentar. Remova o porta filtro e, em seguida, solte um pouco da água, pressionando a opção espresso e desligando logo depois.

Adicione o café no porta filtro ainda quente, bem limpo e seco (pode usar um flanela para secar o porta filtro). Compacte com o compactador da máquina de espresso, sem fazer muita pressão, apenas o suficiente para nivelar o pó.

É importante que não compacte muito, já que as máquinas caseiras não possuem a pressão de uma profissional, para facilitar a extração do café e evitar entupimentos.

Por fim, encaixe o porta filtro na máquina e imediatamente pressione a opção de espresso para extrair o café e coloque a xícara embaixo rapidamente.

DICA: Deixar o porta filtro com café encaixado muito tempo na máquina quente pode esquentar o pó e extrair amargor indesejável para a bebida. Portanto, assim que encaixar o porta filtros, extraia imediatamente o café espresso.

Prontinho! Um espresso perfeito.

O Leite

Um dos principais segredos na preparação do cappuccino perfeito, é a textura e temperatura do leite. Ele deve ter “microespumas”, com uma textura aveludada, cremosa e brilhante, sem no entanto deixá-lo com bolhas na superfície.

Para melhor resultado, utilizar leite integral. Pode usar leite vegetal também para transformar em uma bebida vegana.

Utilize o leite frio, da geladeira para o vaporizador. Adicione cerca de 50 a 100ml de leite em uma pequena leiteira ou outro copo que dê para encaixar no vaporizador. O importante é que ele seja o dobro da tamanho da quantidade de leite utilizada.

Coloque o bico vaporizador em uma das laterais da leiteira para fazer com que o leite gire com a força do vapor e evite mexer a leiteira enquanto vaporiza. A medida em que vaporiza, o leite irá expandir e subir, aprofundando o bico.

Se tiver um termômetro culinário, coloque na leiteira e pare de vaporizar quando alcançar uma temperatura entre 65-68°C. Se não tiver, fique com toda a palma da mão na leiteira e retire quando o leite praticamente dobrar de tamanho e não for possível mais ficar com a palma da mão na superfície da leiteira (essa última dica vale apenas se estiver utilizando uma leiteira).

Importante: Não deixe que o leite não ferva durante o processo.

O Capuccino

Em uma xícara, adicione 50 ml de café espresso. Em seguida, despeje por cima do café 100 ml do leite vaporizado, em movimentos circulares, para misturar com o café e ficar a camada de espuma cremosa por cima.

Agora, é só aproveitar!

Enjoy!

Como Fazer o Melhor Espresso nas Máquinas Caseiras

Publicado em Tags , , , , Deixe um comentário em Como Fazer o Melhor Espresso nas Máquinas Caseiras

Um espresso em casa pode ser uma boa opção para quem gosta de café intenso e para quem faz apenas uma ou duas doses por vez. Ainda, pode tirar onda de barista na hora de preparar, com todos os passos executados perfeitamente e aproveitar a agradável sinfonia dos vapores de água e ar da máquina e do café escorrendo para a xícara na hora da extração. 

E para ter um espresso perfeito, muitas variáveis influenciam na extração do café na máquina. As dicas deste post irão fazer sua experiência com o método preferido dos baristas ser ainda mais fantástica.

Gravamos um vídeo completo ensinando como preparar um espresso utilizando as máquinas caseiras. Ah, e não importa o modelo da sua máquina, os funcionamentos são parecidos, então pode aproveitar essas dicas, independente de como for a sua.

 

O Café e a Água

Moer o café na hora sempre é o mais indicado. A granulometria indicada para este método é média fina. A moagem muito fina vai dificultar a passagem da água e resultará um espresso desequilibrado, já que a pressão das máquinas caseiras não são altas como as das profissionais. Uma moagem mais grossa vai fazer o café ficar sub extraído, já que a superfície de contato com a água será maior e o tempo de passagem da água menor.

Se não tiver moedor, sem problemas. Prefira por adquirir cafés moídos com moagem média fina, para espresso.

Ter grãos de qualidade é essencial. Ou seja, se optar por utilizar um café de qualidade inferior, a bebida irá refletir a qualidade do café utilizado. Por isso, utilizar sempre cafés especiais e com torra recente. 

Além disso, utilize apenas água mineral ou filtrada, para garantir a qualidade da bebida e a conservação da máquina. 

Limpeza da máquina

Mantenha a máquina sempre limpa e não utilize detergentes ou materiais de limpeza abrasivos. Sempre limpe-a com pano e escovinha (pode ser um pincel ou até uma escova de dente com cerdas macias), imediatamente depois de utilizar.

Deixar escorrer água sem o porta filtros depois de utilizar a máquina, também é essencial para sempre garantir um bom café extraído nela.

Importante: leia o manual de instruções e as recomendações do fabricante da máquina.

Preparação

Ligue a máquina alguns minutos antes de começar a preparar para que ela esquente.

Após esquentar, remova o porta filtro.  Sem estar com o porta filtro encaixado, solte um pouco da água, pressionando a opção espresso e desligando logo em seguida.

Adicione o café no porta filtro ainda quente, bem limpo e seco (aqui pode usar um flanela para secar o porta filtro). Compacte com o compactador da máquina de espresso, utilizando um pouquinho de pressão, apenas o suficiente para nivelar o pó.

É importante que não compacte muito, já que as máquinas caseiras não possuem muita pressão, para facilitar a extração do café e evitar entupimentos.

Por fim, encaixe bem o porta filtro na máquina e imediatamente extraia o café, colocando a xícara e pressionando a opção para extrair o espresso.

DICA: Deixar o porta filtro encaixado muito tempo na máquina quente pode esquentar o pó e extrair amargor indesejável para a bebida. Portanto, assim que encaixar o porta filtros, extraia imediatamente o espresso.

Prontinho! Um espresso perfeito, feito em casa.

>> Acesse aqui para descobrir um universo completamente diferente para mudar a sua forma de tomar cafés! Descubra o Coffee & Joy <<

4 Receitas de Drinks de Cafeteria para Fazer em Casa

Publicado em Tags , , , , , , Deixe um comentário em 4 Receitas de Drinks de Cafeteria para Fazer em Casa

Quem não já teve vontade de fazer aqueles drinks maravilhosos de cafeteria em casa? Encarnar o verdadeiro barista e sair brincando de fazer bebidas à base de café super elaboradas, com chocolate, espuma de leite e até sorvete, pode ser mais fácil do que você pensa. Usando utensílios que todo mundo tem em casa, é possível deixar a hora do café ainda mais interessante. E surpresa: fica muito gostoso!

Quer ser barista em casa? Veja esse vídeo com 4 receitas de drinks que estão nos cardápios das melhores cafeterias e podem ser reproduzidos na sua casa, de forma super fácil! Se preferir, continue lendo para pegar as receitas completas.

 

O Café

Para a preparação de drinks que nas cafeterias a base é um café espresso, a recomendação é que em casa o café seja preparado utilizando, preferencialmente, a Cafeteira Italiana.

Isso porque o café preparado na Cafeteira Italiana fica bastante concentrado e intenso, ideal para ser a base de drinks de café, já que realça e intensifica o seu sabor. Se quiser saber como usar de forma correta a Cafeteira Italiana, tem um vídeo disponível aqui com o passo a passo. 

Também pode utilizar máquinas de espresso caseiras, se tiver, que o resultado também será espetacular.

Agora, se não tiver nenhum desses métodos, não tem problema. Pode substituir por qualquer outro método que já está acostumado a fazer: coado no filtro de papel, coado no coador de pano, na prensa francesa, no Pour Over, na Aeropress, etc. O importante é utilizar uma proporção mais concentrada, preparada com um café de qualidade, de procedência, origem e que seja muito gostoso.

Para as receitas do vídeo, utilizamos o café Astronauta, de Areado, MG. Um café intenso, com uma torra média escura, perfeita para utilizar em casa no dia a dia e para usar nos drinks de cafeteria em casa!

O Leite

Um dos principais segredos na preparação de drinks de cafeteria em casa, é obter a textura e temperatura do leite perfeitas. Ele deve ter “microespumas”, com uma textura aveludada, cremosa e brilhante, sem no entanto deixá-lo com bolhas na superfície.

Para melhor resultado, utilizar leite integral. Pode usar leite vegetal também para transformar em uma bebida vegana.

Coloque o leite frio, da geladeira para o fogo. Se tiver um termômetro culinário, coloque na leiteira e retire do fogo quando alcançar uma temperatura entre 65-68°C. Se não tiver, fique observando e quando o leite estiver quase fervendo, começando a expandir e sair as primeiras bolhas, já está na temperatura ideal.

Para deixar o leite bem cremoso, espumado e aveludado, aqui estão algumas dicas para bater:

  • No liquidificador:  colocar o leite quente e bater na opção rápida. Esperar até que espume e dobre de tamanho.
  • No Mixer: adicionar o leite quente no copo e bater na opção rápida. Esperar até que espume e dobre de tamanho.
  • Na prensa francesa (melhor resultado!): adicionar o leite quente, encaixar a tampa com o êmbolo. Movimentar o êmbolo para cima e para baixo, repetidas vezes, até que o leite dobre de tamanho e fique com textura cremosa.
  • No espumador (melhor resultado!): despeje o leite quente (se preferir, coloque o leite gelado e 1 minuto no microondas). Encaixe a tampa com o êmbolo e o movimente para cima e para baixo até dobrar de tamanho e ficar com uma textura cremosa.
  • No Mini Mixer: adicionar o leite quente em um copo e ligue o mixer já dentro do copo, na opção rápida. Esperar até que a espume e dobre de tamanho.
  • No potinho: em um pote (preferencialmente de vidro) coloque o leite quente e feche bem. Chacoalhe muito, sacudindo o potinho rapidamente para cima e para baixo, batendo o leite, até que dobre de tamanho e fique com uma textura cremosa.

Utilize essas dicas para os drinks abaixo que possuem espuma de leite, leite cremoso ou vaporizado na receita.

Macchiato

Você vai precisar de café pronto e espuma de leite.

Prepare o café como de costume (Seguir as recomendações do item “Café” no início deste post, trará melhores resultados).

Pegue o leite gelado, esquente no fogão, até que comece a sair borbulhas. Bata o leite para que fique cremoso, usando a Prensa Francesa, um mixer ou um espumador, conforme as recomendações acima.

Em uma xícara pequena, adicione uma dose de café. Com uma colher, pegue a espuma do leite batido, que fica na superfície e adicione por cima.

Prontinho! Um Macchiato de cafeteria, super prático e rápido.

Latte 

O Latte é um drink muito parecido com o Cappuccino, mas com um pouco menos de espuma.

Você vai  precisar de uma dose de café (50ml) e 100ml de leite cremoso.

Depois de bater o leite conforme as recomendações acima, adicione, em um copo ou xícara, a dose de café e, em seguida, o leite. Após, coloque uma colher da espuma do leite que fica em cima do leite batido.

Prontinho. Um Latte perfeito.

Mocha

Um drink com a harmonização perfeita de ganache de chocolate, café e leite!

Você vai precisar de uma barra de chocolate (50g), creme de leite (50g), café pronto e leite vaporizado (siga as recomendações acima para extrair o café perfeito e fazer o leite vaporizado).

Para fazer a ganache, derreta a barra de chocolate no microondas ou em banho maria no fogão. Misture o creme de leite devagar, até ficar uma mistura homogênea e com bastante brilho.

Em um copo longo, adicione a ganache. Em seguida, coloque 100 ml de leite vaporizado conforme as recomendações acima.

Por fim, adicione 50 ml de café. Prontinho! Agora é só se deliciar.

Affogato

O Affogato é uma tradicional receita de sobremesa. Consiste, basicamente, em adicionar uma perfeita dose de café em cima de uma bola de sorvete.

Para fazer o seu Affogato, coloque 1 bola de sorvete de creme ou baunilha em uma taça ou copo. Depois, adicione uma dose de 50ml de café pronto por cima (veja acima as recomendações para fazer um café perfeito).

Prontinho!

Essas receitas são tradicionais nas cafeterias não só no Brasil, mas em todo o mundo. Com muito pouco, é possível reproduzir essas delícias em casa e deixar o momento do café ainda mais incrível!

Ah! E não, não esquecemos do mais tradicional drink das cafeterias, o Cappuccino. É que ele tem um vídeo e um post especial, só para ele e está disponível aqui.

E lembre, café tem que ser sempre de qualidade e origem especificada, que você encontra aqui.

Receita do Famoso Frappuccino de Cafeteria – o Shake Gelado de Café

Publicado em Tags , , , Deixe um comentário em Receita do Famoso Frappuccino de Cafeteria – o Shake Gelado de Café

Sabe quando bate aquela vontade de tomar uma bebida que só tem naquele lugar super longe da sua casa ? Ou quando você quer se inventar na cozinha e fazer a hora do café com a família e amigos ainda mais legal?

O Frappuccino é a receita certa para estes momentos! Um delicioso drink gelado, que mais parece um milkshake de café com chocolate, é uma delícia e super fácil de fazer!

Tem vídeo ensinando o passo a passo dessa receita famosíssima! Vem conferir:

 

História

Frappuccino é o resultado da junção das palavras frappe e cappuccino (drink tradicional que junta leite, espuma de leite e espresso). Não se sabe exatamente se a origem do nome da bebida vem do grego para café gelado “frappé” ou do termo local de Boston, nos Estados Unidos, para milkshake “frappe” (que se pronuncia ‘frap’) – ambos oriundos da palavra francesa “frappé”.

A receita original de Frappuccino foi criada e registrada por uma rede de cafeterias chamada The Coffee Connection. Quando a Starbucks comprou esta rede em 1994, ela também recebeu os direitos para utilizar, fazer propaganda e vender o Frappuccino em todo mundo. A bebida é tão popular e querida, que rende para a rede de cafeterias mais famosa do mundo, bilhões de dólares todo ano.

Hoje ela é feita nas cafeterias com a mistura de vários ingredientes, como café pronto, gelo, leite, açúcar, xaropes e chantilly. É perfeita para dias quentes, um verdadeiro mix de sobremesa com energia extra.

Frappuccino em casa

A receita de Frappuccino é super rápida, prática e fácil de fazer. Afinal, quando você pede a bebida na Starbucks, ela fica pronta em pouquíssimos minutos.

É ideal para usar aquele restinho de café que sobra na garrafa e não desperdiçar! Para conseguir fazer esta receita em casa, de forma fácil e gostosa, siga estes passos:

Frappuccino (Frappé de cappuccino)

Rendimento: 1 porção grande de 500 ml

Ingredientes:

– 250ml de Café Especial Congelado (para esta receita, utilizamos o café Astronauta)

– 250ml de Leite Gelado

– 2 Colheres de Sopa de Chocolate Ralado

– 1 Colher de Sopa de Açúcar

– 1 Colher de Sopa de Chocolate em Pó

– Chantilly a gosto

Modo de preparo:

Prepare o café como de costume. Pode fazer coado no filtro de papel, na cafeteira italiana ou como tem costume de preparar em casa. Coloque em pote com tampa e leve ao congelador.

No liquidificador, adicione o café congelado, o leite, o açúcar e o chocolate em pó e bata na função pulsar até quebrar todo o gelo.

Adicione o chocolate ralado e bata apenas para misturar, para que as raspinhas de chocolate fique inteiros e dê um sabor e textura especial no drink.

Em um copo, despeje a mistura. Por cima, coloque o chantilly e está pronto!

Dica: pode utilizar o chantilly que desejar e que for mais fácil. Você pode preparar a receita tradicional do zero ou então utilizar estes disponíveis no mercado: o que já vem pronto de spray, ou o de caixinha que é só misturar com leite. Tem também a opção em pó, que é só misturar com leite e bater na batedeira.